Erro
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 43

Associação São Lourenço

casa-mogi-OK2.jpg
"Como poderia eu inventar uma história assim? Tudo aconteceu sem que eu percebesse: mergulhei na Misericórdia de Deus, arregacei as mangas para amar, amar, amar... e servir! Sou eu a primeira a me surpreender continuamente com tudo o que aconteceu e continua a acontecer na vida da Comunidade Cenacolo, a qual é uma obra de Deus,  do Espírito Santo e de Nossa Senhora" 

Madre Elvira

ASSOCIAÇÃO SÃO LOURENÇO 

Nasceu no Brasil, no dia 12 de abril de 1997, no município de Mogi das Cruses (SP), como entidade civil sem fins lucrativos, sendo um braço operativo e jurídico da Comunidade Cenacolo, fundada por Madre Elvira na Itália em 1983.

A Associação São Lourenço no Brasil é destinada ao acolhimento de crianças carentes e em situação de riscos sociais, além de adolescentes e jovens marginalizados que vêm do mundo dos necessitados e da estrada. Acolhemos também pessoas em busca de uma experiência de vida comunitária em suas diferentes unidades:

 1. Missão Nossa Senhora da Ternura - Mogi das Cruses (SP), destinada ao acolhimento de crianças carentes

2. Missão Nossa Senhora Auxiliadora - Catú (BA), destinada ao acolhimento de crianças carentes

3. Missão Nossa Senhora Estrela do Mar - Jauá - Camaçari (BA), destinada ao acolhimento de crianças carentes

4. Fraternidade São Francisco de Assis - Dois Córregos - Jaú (SP), destinada ao acolhimento de adolescentes e adultos

5. Fraternidade Santa Teresinha - Mogi das Cruses (SP), destinada ao acolhimento de adolescentes e adultos 

 

 

AS FINALIDADES DE ASSOCIAÇÃO SÃO LOURENÇO

- promover o atendimento de crianças e adolescentes, planejando e executando programas de proteção e sócio-educativos diferenciados em suas unidades

- colaborar socialmente, moralmente e espiritualmente para com as crianças e adolescentes, bem como com os jovens em geral, que se encontrem em situação de pobreza/penúria, ou de marginalização social ou drogados

- desenvolver programas de abrigo para preservação dos vínculos familiares com atendimento personalizado e em núcleos com número de crianças pré-definidos pela Diretoria da Associação, respeitando os princípios estabeleidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente em vigor no Brasil

- promover a formação profissional de adolescentes, até que alcancem a capacidade autônoma de trabalho, organizando atividades que permitam o ingresso dos jovens no mundo profissional e do trabalho

- promover junto á opinião pública uma ação sensibilizatória no sentido de despertar uma tomada de consciência dos problemas relacionados ás crianças, adolescentes e jovens;

- trabalhar conjuntamente, dentro dos limites do Estatuto Social da Associação, com entes públicos, civis, religiosos ou privados que busquem a realização dos mesmos objetivos da "Associação", ressalvando totalmente a sua própria autonomia de determinação em relação aos objetivos e métodos de ação

- desenvolver outras propostas afins áquelas supra indicadas, ou ainda tarefas que a Diretoria julgar convenientes, sempre dentro dos objetivos cristãos e sociais da "Associação", incluindo atividades econômicas instrumentárias e relativas á manutenção da "Associação" e de suas atividades, sendo vedada totalmente a finalidade lucrativa.

 

O NOME  "SÃO LOURENÇO"

O nome São Lourenço retorna frequentemente nas diversas associaçãoes locais, pois a primeira Associação, nascida na Itália em 1983, ano em que nasceu a Comunidade Cenacolo, tem esse nome simplismente porque nasceu na cidade de Saluzzo, numa localidade chamada São Lourenço.

São Lourenço nasceu na Espanha em 225 e morreu martirizado em 258, no dia 10 de agosto, em Roma. Foi um Diácono de bom humor que servia a Deus na Igreja de Roma durante meados do Século III. 
Diante da perseguição do Imperador Valeriano, o prefeito local exigiu de Lourenço os tesouros da Igreja, para isto o Santo Diácono pediu um prazo, o qual foi o suficiente para reunir no átrio os órfãos, os cegos, os coxos, as viúvas, os idosos… todos os que a Igreja socorria, e no fim do prazo – com bom humor – disse: “Eis aqui os nossos tesouros, que nunca diminuem, e podem ser encontrados em toda parte”.
Sentindo-se iludido, o prefeito sujeitou o santo a diversos tormentos, até colocá-lo sobre um braseiro ardente; São Lourenço que sofreu o martírio em 258, não parava de interceder por todos, e mesmo assim encontrou no Espírito Santo força para dizer no auge do sofrimento na grelha: “Vira-me que já estou bem assado deste lado”.
Roma cristã venera o santo espanhol com a mesma veneração e respeito com que honra seus primeiros Apóstolos. Depois de São Pedro e São Paulo, a festa de São Lourenço foi a maior da antiga liturgia romana.