Fraternidade São Francisco: passagem de setores de trabalho

Á 300km da cidade de São Paulo, num pequeno povoado chamado Dois Córregos, se encontra a fraternidade São Francisco. No meio de plantações de cana e mata. A fazenda é um lugar confortável e acolhedor, cheio de vida e esperança, com muitos trabalhos para fazer e uma história abençoada por Jesus e a Divina Providência.
A fazenda tem 12 alqueires, um imenso madeiro com o símbolo do Cenacolo indica o caminho de entrada, logo aparece a estufa ao lado direito e ao lado esquerdo a horta, continuamos e aparecem nossas casas e os diferentes setores bem organizados. Através de 19 anos de história, a fazenda hoje se mante firme e forte, através de muitas dificuldades levamos em frente esta maravilhosa obra de Deus.
ESTUFA & HORTA
Jautr 5Hoje, no setor da estufa, temos um local que se trabalha com as minhocas, grande projeto da casa onde produzimos humus para nossas plantas e minhocas para o público pescador. No comando está nosso irmão Piergiulio e uma turma que com muito esforço estão conseguindo alcançar os requerimentos do mercado e as plantações, como café e outros, se beneficiaram com a produção do fertilizante.
Na frente está o setor da horta, o coração da casa. Nossa Senhora de Guadalupe nos dá a boa vinda a um grande espaço cheio de legumes, hortaliças, temperos, árvores e muitas espécies mais, formam um belo jardim que serve para nos autossustentar, todos os dias para almoço e janta, como também para outras necessidades; a horta é nossa fonte de alimentos. Hoje, os trabalhos de tratamento da terra são rigorosos pela demanda, também nossa turma entende que sem amor, as plantas não conseguem se desenvolver. Todos os dias molhamos e cuidamos dos canteiros, com empenho e dedicação. O setor está bem cuidado, ordenado e limpo, a turma que trabalha ali transmite esses valores.
GAIOLA
O seguinte setor da casa é a gaiola que é fonte de lucro para a fazenda. A fábrica fica em Dois Córregos e é providência para nós porque enviam muitos serviços, todos dias o trabalho é exigente porque temos que cumprir com os pedidos e o dinheiro nos ajudaJautr 3 para manter a fazenda. No comando está Anestor, um veterano que com firmeza leva o setor a frente, a turma é bastante empenhada, os trabalhos são minuciosos e de alto controle de qualidade, é um jogo de paciência conseguir os resultados, o processo tem muitas particularidades de crescimento para nossos rapazes. No Brasil, é uma tradição ter passarinhos em casa, a produção não para.
LENHARIA
Jautr 1No setor da lenharia, trabalhamos com eucaliptos que retiramos da mata que esta ao lado da fazenda, esta providencia é graças à habilitação da prefeitura e nossos vizinhos. A cada certo período, entramos na mata e derrubamos os pés segundo a nossa necessidade, é um trabalho de força e estratégia. Picamos eles, colocamo-los no trator e levamos em casa. É fácil falar de este trabalho, más, precisa de muito empenho físico e mental. Chegamos ao setor e começa o trabalho duro, com cunha e marreta, como era antigamente. Depois cortamos, colocamos a tora numa banca e em dois serramos ela de acordo ao tamanho que precisar, uma bela oportunidade para fazer amizade. Passamos ao machado, jogo de precisão e atenção. Já feitos os lenhos, levamos á cozinha.
COZINHA
Nossa cozinha, reflete o carisma comunitário, forno para pizza e pão, grande e imponente, um espaço de trabalho com um fogão a gás, armários para manter a ordem, uma mesa central para facilitar o serviço, no fundo, um belo fogão a lenha. Todas as comidas feitas com lenha são melhores e somando o amor de nossos cozinheiros, neste espaço acontecem maravilhas.
É um setor muito exigente e trabalhoso, incomodo e cheio de crescimentos. É um dom ser cozinheiro em Jaú, segundo Madre Elvira é o segundo setor mais importante da casa.
ROÇA
Uma das mais fortes tradições em Brasil, é o café. Em nossa fazenda temos arredor de 5000 pês. O setor da roça, todos que passarem pela fazenda São Francisco precisam trabalhar nele aí se sente o sabor dos pilares de nossa Comunidade,Jautr 4 aqui os momentos de superação são intensos e os momentos de amizade, gratificantes. Muitas horas baixo do sol só com uma inchada na mão, ruas infinitas de café para carpir, momentos de compartilha e esforço inesquecíveis, fazem parte. O processo é surpreendente, desde que o pé é pequeno precisa de muito cuidado, muita observação e intuição para saber os dias e o tempo correto de adubação, pouco a pouco vai crescendo, e de repente os pês se enchem de flores brancas o aroma se senti na casa toda, a beleza da cultura se mostra e graças ao dom da chuva, logo estas flores viraram milhares e milhares de grãos e a roça se vestirá de verde e vermelho. Para o trabalho da coleta a casa toda se une, panos para o solo e a colher. Depois, abanar, é aqui uma das artes mais chamativas do serviço. Após este serviço, secar o café, por temporadas vemos a quadra cheia de bolinhas pretas, um espetáculo. Temos a providência de um amigo da casa que nos ajuda em torrar e moer o café. Em casa empacotamos em sacos de 500 e 250 gramas.
A manufatura do café em nossa fazenda leva um valor grande de sacrifício e dedicação dos nossos rapazes, um aroma único e um carisma especial.
ANIMAIS 
Jautr 2Temos também muitos porcos e vacas. Nosso gado se encontra em ótimo estado, produz boa quantidade de leite por dia, trabalhamos também na reprodução e procuramos otimizar o pasto para melhora do animal. Tanto vacas como os porcos nos ajudam para nos autossustentar, com o apoio da horta e a cozinha alimentamos os porcos e assim também fortalecemos os diálogos no serviço. 

Na casa tem também rapazes encarregados pela manutenção, limpeza e jardim  , para manter a infraestrutura em bom estado.
Nada de disso seria possível sem a ajuda de Jesus e Nossa Senhora, que dia a dia trabalham no coração da gente, não seria possível sem a ajuda de todos os amigos e famílias que nos ajudam com a providencia, agradecemos também ao primeiro grupo que chegou para abrir a casa e em particular agradecemos pela vida de Antônio Ottaniano, pelo “sim” e pelo amor que tem com todos os rapazes, com mais de 20 anos no Brasil e mais de 20 anos de experiencia comunitária é nosso responsável. Agradecemos também Piergiulio, pelo “sim” e por toda a força que da para nossa casa, pelo serviço e pelas compartilhas. 
Não podemos esquecer que esta obra maravilhosa de Deus, vem da iniciativa de Nossa Madre Elvira, a quem hoje agradecemos com todo o coração que a Fraternidade São Francisco é uma realidade.

                                                                       Obrigado.